19 dez

LOJAS VIRTUAIS: O assunto hoje é o direito de arrependimento dos seus clientes

Bom dia gente!

Ficamos um tempinho sem escrever, mas estamos de volta com as dicas do blog da NP Publicidade aos seus clientes. O assunto hoje é aquele meio indigesto pra quem tem um e-commerce, o direito de arrependimento dos clientes e como lidar com ele.

Entenda

Segundo o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor, o direito de arrependimento é uma garantia fornecida ao comprador, que pode desistir de uma compra feita, inicialmente, por telefone ou fora do estabelecimento comercial.

Essa legislação acabou estendida ao e-commerce, pois os juristas entenderam que é a mesma coisa, afinal o comprador não teve contato com o produto. E é importante ressaltar que o cliente nem precisa ter um motivo, ele simplesmente pode desistir e pronto.

Prazo

O cliente tem até 7 dias pra entrar em contato com o vendedor, esse prazo conta à partir do momento que seu produto chegou até ele. É importante que o item esteja intacto, mas pode ter sido retirado da embalagem e utilizado.

O transporte é por conta do vendedor

A responsabilidade pelo recolhimento do produto é do venedor. De acordo com a 2º turma do STJ, é ele quem deve arcar tanto com a entrega quanto com a devolução.

Estorno

O estorno também é por conta do vendedor. Uma vez comunicado da devolução, cabe a ele comunicar a operadora de cartão ou devolver o dinheiro em caso de venda à vista.

Como evitar

Bom, aí acima mostramos de maneira bem simples e resumida como funciona o direito de desistência. Infelizmente a lei dificulta um pouco as coisas e coloca em risco os vendedores, mas dá pra evitar bastante esse tipo de situação.

Normalmente, uma pessoa desiste porque recebeu algo diferente do que imaginava (há estatísticas comprovando isso), não se trata de má fé do vendedor, mas talvez as coisas não ficaram tão claras quanto deveriam na hora da compra.

Aqui na NP Publicidade fornecemos treinamento presencial a nossos clientes que adquirem uma Loja Fácil ou uma Loja Premium e os instruímos quanto a colocar imagens com boa qualidade e fidedignas aos produtos, a caprichar na descrição, inserir o máximo de informações relevantes e utilizar os meios disponíveis nas lojas para sanar possíveis dúvidas.

Tomando esses cuidados, as compras nos sites acabam sendo mais conscientes e a desistência diminui. Até a próxima!

Rodrigo Oliveira – Comercial NP Publicidade